Tag Archives: pérolas

Citação

“Ostras felizes não fazem pérolas. Pessoas felizes não sentem a necessidade de criar. O ato criador, seja na ciência ou na arte, surge sempre de uma dor.”

Em nossa missão ou jornada (a definição é infinita e individual) temos a chance de errar, acertar ou nos acomodar. Acredito que na vida, aprendemos muito com as cicatrizes (ou com a ausência delas).

O que relato hoje, brevemente, é uma experiência que vivenciei em fevereiro de 1996.

Aos nove anos, vi minha mãe ser agredida por um homem vizinho, quando meu pai estava trabalhando e meu irmão com apenas quatro anos quase vê a cena, no qual eu assisti. Na época, morávamos em um lugar pacato, de sítios e poucos recursos. O mais próximo da tecnologia era um orelhão, há um quilômetro de distância.

Entre tantas coisas que cercaram este fato, posso dizer que foi uma lição um tanto válida á todos que estiveram ao nosso lado. Foi devido á esta ferida, que já cicatrizada, que hoje estamos onde estamos. Talvez se isso não tivesse acontecido, hoje tudo seria e estaria diferente. Não acredito no acaso, acredito em Deus.

Essa cicatriz,entre tantas outras que pude deixar se formar, me trazem além da experiência, muitas lembranças.

O que digo sobre “cicatrizes” após contar esta história resumidamente, é que elas nos remetem á lembranças, boas ou ruins. Pra mim, elas servem de despertador, que me alertam quando posso me ferir de novo. E mesmo assim, por vezes, repetimos o mesmo caminho, sabendo da dor que poderemos sofrer.

Acho engraçado hoje, que sempre ao olhar meu joelho, cheio de marcas e cicatrizes da infância, lembro-me com alegria dos momentos bons que vivi, pois vejo ali a marca de que um dia tentei.

A cicatriz física ou emocional, olhada por vezes com certa tristeza, posso enxergar como um sinal de nobreza. Nobreza no gesto de quem um dia se arriscou, tentou; mesmo sabendo que talvez não conseguisse obter êxito. Um covarde, de certo, está limpo e ileso disso, pois, com medo de se machucar, nunca arriscou. E assim, sofrerá com a incerteza, pela ausência do ato.

Tenho comigo muito orgulho das cicatrizes que possuo. Já tive medo, mas deixei ele de lado. Me machuquei, e algumas vezes, a ferida demorou a curar, mas sobrevivi e ainda vejo muito á realizar, e tentar.

Que possamos agir com cautela, mas sem medo da dor. A dor é inevitável, o sofrimento é opcional.

Observe quantas conquistas aquele que sentiu dor e a venceu pôde vivenciar.

Tudo um dia cicatriza.

Viva sem medo de arriscar!


Cicatriz

Anúncios