Tag Archives: livros

Citação

Passa, tempo, tic-tac
Tic-tac, passa, hora
Chega logo, tic-tac
Tic-tac, e vai-te embora
Passa, tempo
Bem depressa
Não atrasa
Não demora

now

Não sei por que, mas nasci com o “gene” da urgência.

É como se o relógio fosse uma bomba… relógio.

O engraçado disso são as histórias que esse ‘gene” me ajudou a hoje poder contar.

Apesar de ter sonhos que não podem ser realizados a curto prazo, tudo que é possível eu gosto de realizar logo.

Existem infinitas músicas que falam sobre o tempo. assim como já vi listas que fazem do estilo:

100 coisas que você deve fazer antes de “casar”, “ter filhos”, “morrer” e etc.

Sabe o que eu te digo?

A minha lista está completa!

Mas eu só tenho 26 anos…

Como disse no princípio da história, meu relógio é uma bomba…

Que não me assusta mais.

Aliás, deveria ser a sua também.

Mas não aquela bomba que explode, uma bomba de chocolate vai!

Não adianta ter medo e fugir da realidade, ainda não há uma forma física de se tornar imortal.

Porém, suas ações e seus sentimentos o tornam sim, imortal, na lembrança daqueles que você “com/vive”.

Eu acredito que a vida deve ser intensa, com um pouquinho de medo pra dar aquele ar de suspense.

Aprendi isso no 2º dia desse ano, quando, ao ter um princípio de pneumonia, vi meu pai sereno e perguntei se ele não iria me repreender, a resposta foi:

“- Não filha, não irei fazer isso. Sei que você vai sair dessa, e logo estará bebendo pra comemorar.

Se você partisse hoje, tenho certeza de que iria feliz.”

Já parou pra pensar que hoje pode ser o seu adeus?

Quantas coisas você está deixando pra depois?

Quando disse que minha lista está completa, é por fazer algo novo que me satisfaça, todos os dias.

Desde beber uma cerveja gelada, comer um pedaço de chocolate suíço, um dog na praça ou mandar uma mensagem pra quem eu gosto e não me dá nem uma bola, nem de sabão.

Não esqueço o dia que estava com sede e titubeei em comprar uma garrafa de água.

Uma senhora me disse:

“- Fia, vai esperar pra beber quando chegar em casa? E se não chegar, tu vai morrer com sede?”

Não, morrer com sede não pode.

Com vontade também não.

E com saudade? Tá PROIBIDO!

Temos medo do inevitável, e nem assim, fazemos o que gostamos na hora que queremos.

E não falo de prazeres caros, absurdos, difíceis.

Aconselho você a dividir seus sonhos e desejos.

Para aqueles que podem esperar, batalhe todos os dias.

Para os breves, realize!

Acorde como eu, todos os dias, com a lista completa.

E claro, sempre tenha a outra embaixo do travesseiro.

Como disse a um amigo esses dias, você evita beber porque sua família tem histórico de cirrose.

Amigo, se tiver que ser mascando chiclete, vai ser…

Já vi muita gente trabalhando em funções e empresa que não curtem por status.

Em contrapartida, vejo uma nova geração surgindo, que assim como eu, joga tudo pro alto e está indo em busca do que gosta, do que o faz feliz.

coraçao

Sou muito intensa, os que convivem comigo sabem disso.

Talvez por esse motivo que nunca me envolvi com algumas coisas.

Exceto o amor.

Não existe um grupo de AA pra mim? Daqueles que amam sempre, demais?

Se tiver, me avise, que nunca quero passar perto.

Amar nunca é demais.

Então, você passa a vida toda esperando o amor da sua vida, quando o amor é a sua vida.

Não espere um “certo alguém” o “tipo perfeito” para amar.

Pare de desculpas! Ame e pronto!

Você não perde nada com isso. Perde aquele que não quer receber.

Sou grata a vida, a Deus pelas inúmeras chances, aos que passaram um dia ao meu lado, aos que estão perto.

Pecado pra mim, é não curtir por medo, não chorar por vergonha, cair e não levantar sorrindo.

Já pedi carona em rodovia, dormi em rodoviária deserta, pulei do 3º andar achando que era a “bat girl”.

Um dia a hora vai chegar, não adianta fugir, e…

Se hoje eu partir, já aviso:

Quero que seja comemorado!

De preferência com psy, muito chocolate e jurupinga.

Eu sou grata e serei eternamente, pelo presente que foi me dado e por ter me ensinado a abri-lo feliz todos os dias!

Falta só um dia!

E você, vai ficar aí parado?

 area51

Livros que recomendo:

Aproveite cada sanduíche – Dr. Lee Lipsenthal

O guardião do tempo – Mitch Albom

O pequeno príncipe – Antoine de Saint-Exupéry

A Travessia – William P. Young

O monge que vendeu sua Ferrari – Robin S. Sharma

C.o.n.t.a.g.e.m R.e.g.r.e.s.s.i.v.a

Anúncios
Citação

Era uma só…
Os contos de fada, as histórias dos livros, os poemas apaixonados e repletos de sentimentos.
A vida se assemelha á estes “contos”, histórias nos quais desde pequenos um dia nos imaginamos estar.
E como todo começo, “Era uma vez” já nos mostra a realidade:
Tudo que se vive fica no passado, ou seríamos nós completamente viventes do passado, a todo instante?
Era uma vez, e agora, é outra vez.
Sempre é tempo de iniciar uma nova realidade, “É uma vez”.
Uma vez que se vive, uma vez se ama, uma vez que se sente.
Assim como nas literaturas infantis, por vezes, um final feliz.
Para que assim possamos acreditar desde pequenos que ele é possível, apesar das aversões que acontecem na história.
Mas ainda há quem duvide, e que não se veja vivendo um conto.
A história, por mais que esqueçamos, tem um autor.
O autor do seu conto é VOCÊ!
Não vejo a possibilidade da construção de uma história sozinha.
Também não acredito que Deus seja completamente responsável pelo nosso destino.
Sim, eu acredito e confio que Ele nos dá essa chance de escolha.
Afinal, quem constrói nossa vida somos nós, a todo instante.
Assim como personagens de um livro, podemos transformar a vida na história que queremos.
Escolhas refletem em linhas, palavras, em histórias.
Há quem ainda procure entender o sentido da vida, pra mim o sentido dela é um só:
Fazer histórias. O mundo sempre foi e será uma eterna biblioteca.
Afinal, quando partirmos, o que deixaremos?
Podem se acumular fortunas, bens, patrimônios.
Tangivelmente, tudo é mais simples.
Mas, e as histórias que você viveu, quem um dia as irá contar?
Compartilhe momentos, divida segredos, viva sem medo de errar.
Seu conto de fadas não tem fim.
Sim, ele será engraçado no capítulo que você admitir que ele é um “conto de falhas”.
Não haverá, ao contrário dos livros, a chance de você escrever o final.
Afinal, o que é FIM pra você?
Ao compreender o que foi dito entrelinhas, entenda a sua importância na história.
Como autor ou co-autor dela, a responsabilidade de permanecer contando linhas felizes é sempre sua.
Há quem espere sempre uma nova chance, há quem queira virar a página, há quem vive desejando uma página em branco, pra passar tudo limpo e reescrever a história.
Até que um dia a vida mostrará, de forma sutil, que tudo aquilo que um dia se desejou apagar valeu a pena, que a chance não é pra ser esperada, mas conquistada. Que virar a página faz parte do progresso, desde de que se tenha bem lido ela e que não se esqueça da importância que ela teve.
Há sim aqueles dias em que nos sentimos completamente analfabetos da vida.
E nos esquecemos da criança que fomos, sonhando estar em castelos de chocolate, na nuvem de algodão doce e o quão bom isso nos fazia.
Porque é humano enxergar apenas com os olhos.
“O essencial é invisível aos olhos, só se vê bem com o coração”.
Quando a história que estiver vivendo não lhe agradar, se imagine em outra.
E se pode imaginar, porque não pode construir?
A importância do “Era uma vez” hoje aqui foi uma só:
Mostrar que não há limites para ser feliz.

Não há fim!

Era uma vez