Tag Archives: felicidade

Citação
O dia em que eu não der “tchau”

Venho desde pequena desfrutando o máximo dessa mágica chamada vida.

Sabiam que eu não imaginava chegar até aqui?

Em certa fase tive medo do tchau…

Não sabemos nosso destino né!

Alguém lá em cima têm sido muito generoso comigo…

Sabem que eu acho que Ele dá muitas gargalhadas?

Tem horas que imagino Ele batendo a mão na testa a balançando cabeça…

– Desculpaí ta! (Eu digo em pensamento)

A vida é tão engraçada.

Depois que percebi que aqui estamos de passagem, comecei a fazer muito mais.

Não gente, não tô falando de sucesso profissional, mimimi de MBA, tananãs de ser CEO, tralalá de “eu, você, dois filhos e um cachorro”

Tô falando de viver!

E aos colegas que querem tudo o que falei, desculpaí, sou assim mesmo.

Se quiser podem tchau antes da hora.

Quando cito que estou falando de viver (minha visão), entro no mérito: você é a mesma pessoa que se apresenta?

Seja lá onde for, você é pessoa que está em seu curriculum vitae (em latim mesmo, já que é só essas duas palavras que alguns provavelmente conhecem)

Já pensou em sair do comum?

Quando eu não der tchau, tenho certeza que alguns amigos e familiares lembrarão das minhas confidências e prezepadas.

Lembrarão de quase tudo…

Desde o dia que fiquei horas no topo de uma árvore até alguém vir me salvar porque tinha medo de descer e ser devorada pelos cachorros que ali me guardavam, até o dia em que peguei carona na rodovia voltando da rave e sobrevivi.

Alguns poucos lembrarão que já tive depressão, e que ela foi bem escondida por um sorrisão no rosto.

Aqui habita um anjo-da-guarda guerreiro que já pediu aposentadoria por invalidez.

Desculpaí senhor anjo!

Já pensou que louco seria se todos fossem o que está no papel?

Ou aquilo que nossos pais sonham para nós?

Ou aquilo que o 29° amor da sua vida queria que você fosse?

E quando não der tempo de dar tchau?

Quem você queria ter sido?

Pra onde você queria ter ido?

Se você estivesse me ouvindo, a esta hora estaria falando alto.

Sim amigo, acorda!

É com você, não adianta olhar pro lado.

Se você chegou até aqui, é porque ainda dá tempo de mudar.

O que você tem pra contar?

Há tempos deixei de ser cofre e virei baú.

Tenho amigos valiosos guardados em mim, eles têm a chave certa. Não precisam de códigos e sabem onde me encontrar.

O dia que a chave for jogada fora, eles poderão contar os segredos que talvez não tive tempo de compartilhar.

Tem me sobrado tempo…

Tempo pra viver! Eu vivo de trabalho, da dança, das gordices, do meu abençoado chocolate.

E você, vive pra que?

Pra dizer que não tem tempo? Tsc tsc

Sei que você deixou muita coisa pra amanhã e a vida ta corrida.

A crise ta tanta que até bom dia estão economizando.

Pare de medir seu sorriso pela quantidade de likes das fotos, pelo tanto de amigos do whats ou pelos comentários alheios (de pessoas que você ainda nem teve coragem de conhecer)

Vai pro real, se joga!

Não postergue sua felicidade! Não temos tempo pra isso.

Vá, saia do papel!

Corre!

Não sei se vai dar tempo de dar tchau, e se não der…

Seu sorriso contemplará o céu na despedida.

Comece os depósitos no baú, e não to falando de dinheiro.

Você é o que não conta, você é o que ninguém vê!

Faça mais por você!

O dia em que eu não der tchau, amigos…

Façam valer a minha existência. E sorriem!

Porque eu não existi… eu VIVI!

O dia em que eu não der “tchau”

Citação

O que é verdadeiro permanece, por isso, a vida “cicla”.

Relacionar-se: Eis aí um dos maiores segredos que envolvem nossas vidas e bagunçam nossa mente.

Qual seria o segredo do relacionamento perfeito? Aliás, será que é isso que buscamos?

Quem nunca teve uma briga com quem ama e teve a oportunidade de se reconciliar não sabe a maravilha que é, explodir de vez em quando.

Os relacionamentos em si carregam um poder enorme, mas colocam antes que nós possamos perceber, nossos sentidos em jogo.

Muitos consideram as “brigas” uma barreira, outros a apreciam e há quem entenda o seu real sentido, e é disso que vou falar hoje.

Stay True – Continue Verdadeiro.

O que é de verdade permanece, independente das dificuldades que aconteçam.

Quem vive á espera de algo perfeito, sem “interrupções”, se assim posso dizer, vai viver á espera.

Nem o mar, na sua natureza, é calmaria toda vida.

Todos nós estamos prontos pra amar, mas antes disso, estamos prontos para explodir.

Por isso antes de possamos viver um amor, precisamos gritar, não alto, mas profundamente, pra que  possamos ouvir a nós mesmos, e depois, entender o grito do outro.

Relacionamentos em si carregam um desafio:

Aceitar-se imperfeito admirando a imperfeição alheia.

Quando esta recíproca não é verdadeira, tudo se perde.

Reconhecer qualidades e estar ao lado por elas é simples, não se prive de descobrir o lado avesso.

Gente muita certa nunca é feliz. A felicidade é casual!

Somos postos á prova toda hora, e são nestas horas que descobrimos realmente o que temos… ou teremos… ou o que tivemos.

No presente se põe á prova o que pode virar passado, ou se transformar em futuro.

Há que se vai pra sempre por triz, e há o que volta sem esperarmos.

Cada relacionamento é único, por isso não há como amar duas pessoas da mesma maneira.

Você poderá amar verdadeiramente diversas vezes, de formas diferentes (inclusive a mesma pessoa), pelo que ela é e pelo que ela recebe de você.

Poderá amar sem perceber, poderá viver acreditando que nunca irá amar, e ainda assim, sentirá essa força, que nasce em ti.

No momento certo, saberá o que é verdadeiro, mas não espere provas para descobrir isso.

Continue sendo você, na sua essência, reconhecendo a si como imperfeito, e a verdade chegará até você.

Seja feliz, seja você.

Seja a continuidade, seja a verdade, seja a realidade que deseja ver!

* Foto: Jeferson Oliveira, meu irmão.

Um amor verdadeiro, que a vida foi capaz de desenhar.

Stay True

DOM

Padrão

Escultura de Papel

Acredito que todos possuímos algum dom.

Dom para cantar, tocar, escrever, pintar.

Considero DOM tudo aquilo que se faz por prazer, por vontade, sem necessariamente uma obrigação ou remuneração.

Muitos passam a vida tentando descobrir o que realmente gostam.

“Nós não sabemos quem realmente somos até que possamos ver o que somos capazes de fazer”

Não é difícil compreender isto, já que desde crianças somos influenciados a fazer coisas que nem sabemos se gostamos, que acabam sendo (ou não) nosso referencial.

Considero o dom uma dádiva, um presente, que todos possuímos, e nos diferenciamos por isso.

Por vezes, isso nos unirá a pessoas que tenham dons semelhantes ao nosso.

Em outras, nos unirá pela admiração ao dom do outro.

Seja qual for o dom que possuímos, saberemos ao fazer aquilo que nos dá prazer, alegria, satisfação.

O dom necessariamente não é seguido de riquezas.

Até porque, reconhecer-se como talentoso em algo já é de grande valia.

Nem sempre o dom lhe trará retornos monetários.

Desde que você tome uma atitude diante disso: poderá guardá-lo pra você, viver dele ou simplesmente fazê-lo por hobbie.

A infelicidade por vezes se encontra neste ponto:

Em não saber o que se gosta, em não compreender  aquilo te deixa feliz.

Quebre os paradigmas e busque se conhecer.

Satisfaça o seu interior, proporcione a si este presente.

Descubra o seu DOM!

“A felicidade não está em viver, mas em saber viver. Não vive mais o que mais vive, mas o que melhor vive, porque a vida não mede o tempo, mas o emprego que dela fazemos.”

A regra é…

Padrão

ACREDITAR!

No possível e claro, no (im)possível.

Já que nossa história aqui está sujeita a findar a todo momento, porque não tentar?

Colocar o futuro nas “mãos de Deus” e ficarmos parados no mesmo lugar é muito cômodo, pois daí, sempre acharemos um “culpado”.

Sempre ouvi meu pai dizer: “Confie em Deus, mas tranque seu carro”.

A fé sem ação é morta!

Acredite sempre, na força espiritual e na sua força, sua capacidade de conquistar o que deseja!

Busque a felicidade, a realização dos seus sonhos.

Mantenha o foco!

Se deseja algo (ou alguém) não fique esperando a vida seguir o rumo e a oportunidade passar.

Crie oportunidades, elas nunca são perdidas. Alguém irá aproveitar as que você perder.

Então, coloque tudo em ordem, e busque aquilo que lhe trará boas razões para viver.

A jornada é muito curta para deixarmos tudo para depois.

Nossa felicidade, antes de tudo, deve ser prioridade e a razão pelo qual acordamos todos os dias.

E o “não” que será possível ouvir durante a tentativa será o degrau que te levará ao lugar desejado, desde que você esteja preparado para compreender isso, ao invés de encará-lo como derrota.

A outra regra é:

Desacreditou? Abra os olhos, mude a direção, olhe para o novo!

Quem fica olhando para o passado, querendo retornar a ele está fadado ao fracasso.

Aprenda com o passado, viva o presente já que o futuro nunca chega. Todo dia é um presente!

Tente quantas vezes for necessário!

Confie! Se você chegou até aqui, com todas as dificuldade, é porquê tem capacidade de conquistar o que almeja.

INSISTA, PERSISTA E NÃO DESISTA!