Tag Archives: direção

Le-mar

Padrão

Leme – substantivo masculino

  1. 1.

mar peça plana, localizada na parte submersa da popa de uma embarcação, que gira em um eixo e determina a direção em que aponta a proa.

  1. 2.

aer peça existente na cauda do avião, que regula a direção do aparelho.

Estava caminhando distraída… quando vi um artesão, o Mello, numa conversa pra lá de animada com o meu pai e meu irmão…

Olhei pro leme, no meio de tantas embarcações que estavam expostas. Não sei dizer se realmente foi eu quem olhei, ou se fui atraída por ele.

Parei pra ouvir…

Marini, meu nome, tem um pouco de MAR… tem AR… tem A – MAR…

Depois de uma troca maravilhosa de experiências sobre a vida, estrelas, navegação, minha mente navegava pela minha vida, e nas profundezas, abri o baú do passado…

É bom morar no futuro, mas é no passado que mora nossa essência…

E velejar exige experiência… E é de onde já passamos que a consultamos…

Já o presente… o próprio nome já diz. Viver é saber lidar com as tempestades (quase sempre imprevisíveis)

O leme transmitiu a mim sua importância. Nele, vemos a responsabilidade e o controle.

Será que sempre estamos aptos a direcioná-lo?

Tendo o domínio sobre nossas vidas, somos NÓS os responsáveis por comandar e dar a ela a direção que ela precisa.

Voltei no passado…

Há momentos que preferi enterrar, lá nas profundezas. Aqueles em que o lema é: o que não for leve, que o mar leve.

Já outros, que se fizeram tão presentes, que os olhos transbordaram, dando vida ao que se foi. Um coração se inundou de saudade… Mas não é lá meu lar.

O leme me chamou… Momentos depois, entendi a necessidade de direcioná-lo.

Onde eu quero morar?

Meu lar é meu mar, é onde eu quero morar…

Substantivo masculino porque mulher não tem direção… e seu leme é sempre o coração

Obs. Onde troca?

Anúncios
Citação

“Sorte é o que acontece quando capacidade encontra-se com a oportunidade .”

Uma máxima real, quando você nota a dimensão da coisa.

Nada exato e claro, apesar de certas horas você ver que está tudo perfeito para acontecer.

Quando um trecho da musica diz: “E o que é que eu faço com esses números?”

O mesmo serve pra mim, parafraseando:

“E o que é que eu faço com o que não posso modificar?”

Aqui entra a realidade: nem tudo é pra ser na hora que queremos, e nem sempre a peça que falta para completar o quebra-cabeça de certo irá completá-lo de primeira. A peça tem vários lados, bem como o que já está montado.

Chega um momento na vida em que você se vê apto e em perfeitas condições para algo. Encontra tudo que precisa para realizar, racionalmente dizendo:

“O momento certo, na hora certa, com a pessoa certa” e… Não, não dá certo! Porque como a vida, cada momento é um mistério, sem exatidões, não é uma equação simples com um resultado lógico.

É dificil entender, aceitar e tocar em frente, mas como dizem as filosofias, tudo tem seu tempo certo.

Certo dia, me recomendaram um livro e disseram que ele poderia transformar minha vida. Eu somente agradeci, acreditando que poderia ler uma biblioteca inteira, mas se eu não me permitir mudar, nada poderá fazer isso.

Mais um desabafo da série: “A Marini certa no mundo errado.”

Para compreender minha passagem por aqui, eu deixo a seguinte sugestão:

Pegue um mapa, trace um destino desconhecido, e tente chegar até lá somente com ele de guia… Se conseguir chegar ao destino sem a ajuda de mais nenhum recurso, você está apto para viver de teorias, sem sequer mudá-las ou contrariá-las.

Se hoje está confuso, talvez seja porquê o mapa caiu das suas mãos, ou você decidiu parar de olhá-lo.
Você já está na estrada! Pegue o que for necessário, e se faltar algo, crie!

Esqueça de olhar somente em frente, observe o que está ao lado, olhe para trás.
Fuja da regra, do exato, do óbvio.

Quebre paradigmas, se contrarie, se encontre!

Pare de olhar sempre para o mapa, mude a direção!

Ao se sentir confuso, de tanto ser “razão”, grite, cante, chore, ore, silencie…

E assim se permita escutar o seu coração.

REALIZE!

Nessa estrada, só se passa uma vez só.

Sempre há caminho para ser feliz!

Na estrada!