Tag Archives: certo

Citação

Outros 500!

Escrevendo aqui há um bom tempo, lendo tantos outros blog’s, de amigos inclusive.

Além dos livros, palestras, cases, histórias de vida.

De certo, muito aprendi com tudo, e ainda aprendo, porém…

Na prática e digo nos sentidos também, certas horas filosofia alguma e exemplo nenhum serve de guia para caminhar.

Aquela hora que você deseja ficar “offline”, sumir para o “nada”, o momento que definitivamente tudo que você possui na bagagem não é suficiente.

O momento em que raramente você é compreendido, que ouve “N” teorias e motivos que o façam pensar o contrário.

A hora em que você percebe a diferença entre “Razão” e “Emoção”, e vê que separá-las não é tão simples como nos livros de auto-ajuda.

Aquela hora em que você bebe até vodka, para tirar o nó da garganta.

Canta, no tom mais grave, na tentativa falha de aliviar o que sente.

Diz que o olho só lacrimejou por conta de algo que caiu no olho, e vê a lágrima sair “quicando”, sem a menor intenção de parar.

O que isso tudo mostra é que não somos sempre razão.

Por mais muros que se construa, nascemos do amor, e dele precisamos viver.

Somos feitos de carne, mas certas horas, temos que viver como se fôssemos de ferro.

Falar, ver e ouvir…

Nada ameniza, nem realiza.

Os três sentidos precisam ser ignorados, e porquê não, a inteligência também não deve ser deixada de lado.

“Emburrecendo” certas horas, para aprendermos que nem tudo precisamos saber.

A teoria sem a prática é insignificante.

Deixar o medo de lado, e se arriscar.

Talvez seja esse o segredo do que chamam de suprema e plena felicidade.

Seres evoluídos, que podem ter em seu corpo e em sua mente a marca da tentativa, da qual chamam de “cicatriz“.

E se na prática, fora dos livros e teorias, a realidade é outra, vamos lá…

Praticar, vivendo o que nos espera… E que deve ser bem melhor do que imaginamos.

E quem sabe tirar da imaginação, aquilo que se deseja… Em silêncio.

Pratique!

😉

Na prática…

Anúncios

Respeite!

Padrão

Nas minhas andanças por aí, aprendi muito a respeitar a diversidade.

Muitos criticam aqueles que não seguem as regras. Aí eu pergunto, que regras?

Pra ser um cidadão de bem as pessoas não podem sair, beber, fumar, e outras coisas que rotulam por aí. Sobre isso, só expresso minha humilde opinião:

A escolha é individual, assim como a motivação, assim como as conseqüências das atitudes (tomadas ou não).

Se quer ser uma pessoa de bem, pratique aquele que pra mim, é o primeiro mandamento:

RESPEITE!

Independente de qual for a situação, respeite o próximo. Antes de dizer que as roupas do vizinho estão sujas, limpe a sua janela.

O respeito se baseia em deixar a responsabilidades dos atos para aquele que pratica. Quando você interfere, a responsabilidade passa a ser dividida… Contigo!

Creio que assim, muitos conflitos seriam extintos ou amenizados.

Digo sobre isto hoje por ver quão calaminosa é a nossa sociedade. A mesma que consome exacerbadamente é aquela que chuta e incendeia o mendingo.

Os detentores do poder, que dizem tanto querer o bem da população são o mesmos que na primeira oportunidade, usam o dinheiro do povo para viagens, festas e mansões milionárias.

Acredito que o amor é essencial para a vida, mas tão importante quanto ele, é a atitude que o deixa concreto. Não é plausível dizer que se ama uma pessoa do qual você não respeita. E não estou falando de romance entre e mulher somente, cito aqui relacionamentos diversos, entre pais & filhos, amizades, família.

Cuidado! Ao apontar o dedo para o outro, procure se lembrar dos três apontados pra você!

Respeito, antes de tudo, é uma prática espiritual, bem como a oração. A partir do momento que se respeita o próximo e suas escolhas, logo, aceitamos o cursar da vida, com os obstáculos e felicidades que virão.

Cada um é responsável por si, e antes de praticar com o próximo, respeite a si mesmo.

Antes de criticar, dar sermões, cobrar valores que você julga certo, lembre-se:

“Não existe certo ou errado, existe o que é melhor pra você”

E em alguns momentos, isso pode parecer egoísmo, ao querer que outro tome a decisão que você sugeriu, não respeitando o livre arbítrio dado a cada um.

Ao praticar este mandamento, creio que você verá como vale a pena. Entre tantas dificuldades que passamos, esta é uma delas:

Respeitar aquilo que a vida nos oferece.

“Não me corrija. A pontuação é a respiração da frase, e minha frase respira assim.

 E se você me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar.”

Clarice Lispector