Monthly Archives: Setembro 2016

Citação

Ele era puro carinho…

Tinha um “quê” de anjo.

Passou serenamente pela minha vida, deixou saudade e antes de tudo, o gosto do “amor á primeira vista”

Tudo entre aspas, porque sempre foi sutil.

Não foi daqueles amores que chegam como furacões devastando cidades.

Passou de mansinho, deixando a lembrança de bons momentos ao som da nossa respiração.

Será que foi ou ainda é…? Sereno…

Me devastou assim, sendo somente paz.

Outrora, pós o “big bang interno”, vi como é impossível tirar este pedacinho de mim.

Somos seres em constante evolução, incapazes de agir como máquinas, mesmo com as rudes pancadas da vida.

Ei você, que sempre passa aqui… Aqui dentro!

Desejo que em sua vida sempre haja aquilo que você transmite.

E que nunca, nunca, nunca! Deixe de ser feliz!

Obrigada pela paz interna que constitui em mim…

[A.S]

 

 

Meu olhar [2]