Monthly Archives: Outubro 2015

Citação
O dia em que eu não der “tchau”

Venho desde pequena desfrutando o máximo dessa mágica chamada vida.

Sabiam que eu não imaginava chegar até aqui?

Em certa fase tive medo do tchau…

Não sabemos nosso destino né!

Alguém lá em cima têm sido muito generoso comigo…

Sabem que eu acho que Ele dá muitas gargalhadas?

Tem horas que imagino Ele batendo a mão na testa a balançando cabeça…

– Desculpaí ta! (Eu digo em pensamento)

A vida é tão engraçada.

Depois que percebi que aqui estamos de passagem, comecei a fazer muito mais.

Não gente, não tô falando de sucesso profissional, mimimi de MBA, tananãs de ser CEO, tralalá de “eu, você, dois filhos e um cachorro”

Tô falando de viver!

E aos colegas que querem tudo o que falei, desculpaí, sou assim mesmo.

Se quiser podem tchau antes da hora.

Quando cito que estou falando de viver (minha visão), entro no mérito: você é a mesma pessoa que se apresenta?

Seja lá onde for, você é pessoa que está em seu curriculum vitae (em latim mesmo, já que é só essas duas palavras que alguns provavelmente conhecem)

Já pensou em sair do comum?

Quando eu não der tchau, tenho certeza que alguns amigos e familiares lembrarão das minhas confidências e prezepadas.

Lembrarão de quase tudo…

Desde o dia que fiquei horas no topo de uma árvore até alguém vir me salvar porque tinha medo de descer e ser devorada pelos cachorros que ali me guardavam, até o dia em que peguei carona na rodovia voltando da rave e sobrevivi.

Alguns poucos lembrarão que já tive depressão, e que ela foi bem escondida por um sorrisão no rosto.

Aqui habita um anjo-da-guarda guerreiro que já pediu aposentadoria por invalidez.

Desculpaí senhor anjo!

Já pensou que louco seria se todos fossem o que está no papel?

Ou aquilo que nossos pais sonham para nós?

Ou aquilo que o 29° amor da sua vida queria que você fosse?

E quando não der tempo de dar tchau?

Quem você queria ter sido?

Pra onde você queria ter ido?

Se você estivesse me ouvindo, a esta hora estaria falando alto.

Sim amigo, acorda!

É com você, não adianta olhar pro lado.

Se você chegou até aqui, é porque ainda dá tempo de mudar.

O que você tem pra contar?

Há tempos deixei de ser cofre e virei baú.

Tenho amigos valiosos guardados em mim, eles têm a chave certa. Não precisam de códigos e sabem onde me encontrar.

O dia que a chave for jogada fora, eles poderão contar os segredos que talvez não tive tempo de compartilhar.

Tem me sobrado tempo…

Tempo pra viver! Eu vivo de trabalho, da dança, das gordices, do meu abençoado chocolate.

E você, vive pra que?

Pra dizer que não tem tempo? Tsc tsc

Sei que você deixou muita coisa pra amanhã e a vida ta corrida.

A crise ta tanta que até bom dia estão economizando.

Pare de medir seu sorriso pela quantidade de likes das fotos, pelo tanto de amigos do whats ou pelos comentários alheios (de pessoas que você ainda nem teve coragem de conhecer)

Vai pro real, se joga!

Não postergue sua felicidade! Não temos tempo pra isso.

Vá, saia do papel!

Corre!

Não sei se vai dar tempo de dar tchau, e se não der…

Seu sorriso contemplará o céu na despedida.

Comece os depósitos no baú, e não to falando de dinheiro.

Você é o que não conta, você é o que ninguém vê!

Faça mais por você!

O dia em que eu não der tchau, amigos…

Façam valer a minha existência. E sorriem!

Porque eu não existi… eu VIVI!

O dia em que eu não der “tchau”

Anúncios