Citação

Vocês que sempre entram aqui já devem ter passado pra ler quem é a pessoinha que aqui vos fala.

Ontem comemorei um ano que terminei meu aviso prévio.

Estou me alimentando bem, meus pais e meu irmão ainda me amam, meu gato tá vivo (e mais gordo que eu), meus amigos continuam ao lado, tenho onde dormir, pago minhas contas , ninguém morreu, o mundo não acabou.

Me demiti. De tudo aquilo que me fazia mal, que me aprisionava, que me fazia torcer o nariz.

Quando digo isso, não critico as experiências profissionais que vivi, que aliás, foram excepcionais e contribuíram demais para o meu crescimento.

Não nasci para regras, sigo apenas alguns regulamentos, porque a vida necessita de disciplina.

Quando disse ADEUS ao emprego fixo, disse OLÁ CRÍTICOS.

Desde que me demiti, há um ano, não teve um dia sequer que levantei da cama e pensei:

“Que saco, tenho que trabalhar”.

Acredito que a partir do momento em que você se liberta das regras impostas pela sociedade, um novo mundo se abre.

Recebi propostas tentadoras de empregos, e disse NÃO.

Eu quero viver.

Sou essa nômade cor de rosa.

Só aceito trabalhos que me deixem feliz, e a partir daí, já não trabalho mais.

Daí em diante estou fazendo o que gosto.

Eu brinco de ser adulta, ainda vejo o mundo com os olhos de uma criança.

Olhando no espelho, vejo uma criança responsável.

Já ouvi que deveria trabalhar como uma mulher de (quase) 30 anos.

E daí eu digo: “E daí? Hahahaha Onde está escrito isso?”

Aprendam: Existem inúmeros manuais, mas nenhum deles foi dado quando você nasceu.

O único manual que sigo a regra é a intuição dos meus pais, que sempre dizem:

“SEJA FELIZ!”

Sucesso profissional pra mim é amar o que se faz, de preferência, de tênis ou havaianas.

Aaah o mar! Trabalhei na praia, em hotel, no campo, na fazenda, sendo acordada pelo bezerro, pelo pavão e pelos sabiás, meus despertadores prediletos.

Eu quero paz, quero sorrisos. Não trabalho não.

Não porque eu não gosto, é porque eu prefiro fazer as pessoas sorrirem, me transformar em Emília, Chiquinha, Coelhinho da Páscoa e depois receber uma gorjeta por isso.

Meu sonho de vida desde criança é vender artesanato na praia.

Ser CEO de uma empresa deve ser legal, mas olha, fazer brinco de pena e colar de semente com o som do mar deve ser espetacular.

Amanhã eu posso mudar de ideia, mas amanhã.

Hoje eu continuo brincando de ser adulta e peço licença a vossa senhoria, que tá na hora do recreio e eu quero brincar de kung fu panda.

Está tudo bem 🙂

emimilia

“Criança vem de cria, criação, criador. Se você tira a criança de você, você tira o criador de dentro de você. E o que é Deus senão o criador do Universo? Se você tira a criança de você, você perde a capacidade de criar o teu próprio universo.”
Márcio Libar – A nobre arte do palhaço.

Nômade Cor-de-Rosa

Anúncios

3 responses »

Curtiu? Complete o quebra-cabeça ;)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s