Citação

Uma breve história, cheia de engraçadices, algumas impostáveis…

Tudo começou na faculdade. Antes dela, eu era anti-social.

Todos pediam cerveja, e eu, os famosos drinks.

Me sentia um ET por isso, até que um dia…

A situação apertou, trabalhava pra pagar a facu e só me restavam as moedinhas.

Foi assim que me tornei uma pessoa feliz.

Certa vez estávamos naqueles dias da pendura, em pleno verão, e juntamos as benditas moedinhas para pegar algumas cervejas.

E aí começou nosso caso de amor…

Antes que pensem, essa não é uma história de uma alcóolatra e sim, de um caso de amor comum, que pode deixar sua vida incomum, se for bem curtida.

A cerveja me ensinou muita coisa, e algumas compensam compartilhar:

– Pra ser feliz você não precisa de muito, desde que abra mão das frescuras e aprenda a contar as moedas;

– Se você nunca experimentou algo, comece pela cerveja… Ela é a melhor rede social que existe;

– Tá tímida(o)? Ótimo, comece perdendo a vergonha pedindo uma gostosa gelada, que já agiliza o processo;

– Se for com as amigas, experimente cantar PARABÉNS para uma delas, mesmo que não seja. Essa tática funciona, e pode te render mais uma(s) cerveja(s);

– Saiu pra aprontar todas, naquele dia que diz pra todos: “Me chama de trem fantasma que hoje eu vou tocar o terror” e não sabe em quem colocar a culpa?  Aproveite dela, e tenha uma foto pra dizer que ela existe mas não te deu o telefone;

– Com ela é possível conhecer o seu “eu-interior” sem terapia e ajuda médica;

– Cerveja também é saúde, e deixa até a barriga mais sexy. Uma homem sem barriga é um homem sem história. Se o(a) Disney não curtir sua barriguinha de cerveja, peça pra que ele(a) te ajude na academia a queimar esses litros e mostre que você tem conteúdo;

– O povo diz que afoga as mágoas, as minhas aprenderam a nadar, então, quando convém, eu bebo pra que elas virem atletas e um dia saíam do copo dando um triplo carpado;

– Já tem algumas que o nome é só no rótulo, ou seja, elas nunca são iguais. Quando peço a marca X, lembro disso, a Y daquilo, e por assim vai;

– Outra coisa importantíssima… aprendi a partilhar a felicidade. Se não quero ficar feliz sozinha, eu convido alguém pra dividir uma garrafa… uma torre… enfim;

– Pros mais espertos, que não sabem como convidar o/a DISNEY pra sair, três palavras mágicas resolvem tudo (que mané EU TE AMO)…

VAMOS TOMAR UMA? vale mais que mil palavras!

– Com ela, podemos dizer que não lembramos do que houve, dando espaço para novos acontecimentos sem contar que lembra de exatamente tudo;

– A paciência é uma prática que você desenvolve quando aquele (a) amigo(a) fica chato e começa a chorar quando toma várias, amigo que é amigo aguenta e bebe pra amenizar a dor alheia;

– Aprendi que assim como no amor, não adianta forçar a barra. Quando tiver que ser, será.

O início poderá ser por falta de grana, opção, necessidade, seja pelo copo ou pela bundinha (quem conhece entendeu).

No bar, todos somos iguais…

Além de socializar, lá se aprende muita coisa e diria que além de uma graduação acadêmica ser importante na vida de alguém, a graduação cervejêmica e pós graduação botequeira são títulos honráveis na vida de nós, felizes mortais.

Bons momentos por vezes estão associados a isso: Uma cerveja com os amigos e/ou Disney.

Porque o que vivemos aqui é incerto mesmo, e se a gente só pensar em comer, rezar e amar…

A vida ficará limitada.

Pra quem curte essa limitação, nada contra…

Se divirta com as alheias, enquanto poderá estar vivendo uma dessas histórias cheia de ensinamentos e divertidas 😉

O importante é ser feliz, quente ou gelada… Só depende de você!

Um caso de amor… Eu e a cerveja

Anúncios

Curtiu? Complete o quebra-cabeça ;)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s